/* ---marcadores por enjoythelittllethings.blogspot.com --- */ #Label1 ul li {float:left; padding-left:10px; font-family: 'Georgia'; font-size: 12px; background:url(http://static.tumblr.com/8buytvw/30imlqqy9/tags.png) no-repeat left;text-indent : 8px; width:100px; font-style: italic; -webkit-transition-duration: .40s;-webkit-transition-duration: .40s} #Label1 ul li:hover{background:url(http://static.tumblr.com/8buytvw/rE4mlqr3g/tags1.png) no-repeat left;} #Label1 ul li a {color: #D9CFA3;} #Label1 ul li a:hover {color: #9b9b91;} /* ---fim--- */

Resenha - Glimmerglass: O Encontro de Dois Mundos por Jenna Black

Autor: Jenna Black
Editora: Universo dos Livros
ISBN: 9788579302381
Número de Paginas: 296
Ano: 2011
Avaliação:


Dana Hathaway ainda não sabe, mas vai acabar se metendo em apuros quando decide que é a hora de fugir de casa para encontrar seu misterioso pai na cidade de Avalon: o único lugar na Terra onde o mundo real e o mágico se cruzam. No entanto, assim que Dana põe os pés em Avalon, tudo começa a dar errado, pois ela não é uma adolescente comum – ela é uma faeriewalker, um indivíduo raro que pode viajar entre os dois mundos e a única pessoa que pode levar magia ao mundo humano e tecnologia a cidade de Faerie. . Não demora muito e Dana envolve-se no jogo implacável da política do mundo da magia. Alguém está tentando matá-la, e todos parecem querer alguma coisa dela, desde seus novos amigos e da família até Ethan, o lindo garoto com poderes fantásticos com quem Dana acha que nunca terá uma chance… Até ter uma. Presa entre esses dois mundos, Dana não sabe bem onde se encaixa ou em quem pode confiar, muito menos se sua vida um dia voltará a ser normal.

Antes de começar a resenha não posso deixar de falar dessa capa que é muito linda a Universo dos Livros esta de parabéns!! 

 Agora sim vamos a resenha.

Uma coisa que pode ter atrapalhado a minha leitura foi que eu sempre ficava comparando Glimmerglass com O Rei do Ferro (resenha aqui). Eu criei muitas expectativas já que O Rei do Ferro é um dos meus livros preferidos eu achava que pelos dois se tratarem do mesmo assunto, Glimmerglass teria o mesmo ritmo e me empolgaria tanto quanto o outro, mas a verdade não foi bem assim.

Glimmerglass é narrado em primeira pessoa pela Dana, uma adolescente de 16 anos que se muda frequentemente e tem que conviver com uma mãe alcoólatra, ela além de cuidar de si própria desde cedo também tem que ficar de olho na mãe que vez ou outra faz com que Dana passe por alguma vergonha. Então já cansada da vida que estava levando Dana resolve que quer ser normal, fazer amigos, viver em um lugar fixo, arrumar um namorado quem sabe, por isso depois que sua mãe apronta uma que foi a gota d'água ela resolve fugir e procurar seu pai com quem nunca tinha falado até então esperando finalmente poder ter a vida que sempre sonhou.

Eu sou inteligente e determinada, e eu tenho toda a confiança de que vou ser capaz de descobrir isso. (Pelo menos, é o que digo a mim mesma.) 

É claro que isso não acontece realmente, na verdade sua vida fica ainda mais complicada, além de Dana estar indo viver com um estranho, já que a única coisa que sabe de seu pai é o que sua mãe lhe falou e mesmo assim ela não sabe se pode confiar em tudo o que a mãe disse, acontece que seu pai é um importante Fae que vive em Avalon, o único lugar que existe em que fadas e humanos podem viver juntos.

Avalon é em minha opinião o ponto alto da história, eu achei muito legal a forma quem que a autora inseriu os fae no mundo humano, todos sabem que os fae existem,  os humanos que querem entrar em Avalon tem que passar por uma grande burocracia e ter motivos para entrar lá. O reino dos Fae é dividido entre a corte Seelie(os"bons") e a Unselie(os "maus") e quem sair do reino só pode chegar até Avalon. Os personagens também são legais, Dana  é uma boa protagonista, mesmo fazendo as suas burradas e tendo seus momentos irritantes - o que é normal de acontecer- ela é uma personagem decidida e não leva desaforo para casa.

Eu posso ver porque você optou por não entrar para a formação de cavaleiro — repliquei. — eles teriam “acidentalmente” te matado antes que você tivesse chegado à idade adulta.

O que me desapontou foi que, quando eu vi que era um livro que falava de fadas esperei que possuísse magia, seres diferentes, aquela coisa que te encanta em livros desse gênero, mas a realidade não é bem assim, a autora focou tanto na parte política que pareceu esquecer que a história era sobre fadas, parece que ela não conseguiu fazer uma divisão e não soube dar o destaque certo para alguns aspectos da história. O livro acabou caindo em um ciclo em que sempre aconteciam as mesmas coisas e a história ficou monótona, o fato da Dana ser uma Faeriewalker também não fez grande diferença - tirando o fato de que as pessoas queriam mata-la ou queriam te-la como um meio de demonstrar poder - pelo menos nesse primeiro livro, espero que trabalhem mais isso nos próximos.

"Dana Stuart", disse ele formalmente, "eu gostaria de apresentá-la a minha irmã, Kimber. Também conhecida como a cadela do inferno”.

No final o livro deu uma melhorada o que me levou a ter uma esperança de que talvez o próximo volume melhore nesses pontos que deixaram a desejar, acho que vai dar pra explorar melhor os personagens e a relação deles e o mundo dos fae .

Foi isso pessoal, espero que tenham gostado, se alguém ja leu o livro ou pretende ler diz ai nos comentários o que achou.

Beijos e até a proxima!



7 comentários:

  1. Nossa Stephanie parece ser um ótimo livro ameii sua resenha ...bjuz e sucesso
    http://crespoecachos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é bom sim. Que bom que gostou :)
      Obrigada pra você também !

      Excluir
  2. Realmente a capa é muito linda, eu adorei desde a primeira vez que vi esse livro, parece guardar uma história bem bacana, agora lendo sua resenha, pude perceber que é isso mesmo, o livro parece ser ótimo, adorei a sua resenha <3

    Beijos :*
    Larissa - Srta. Bookaholic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é o que faz você querer comprar o livro kk.
      O livro é bom sim, espero que o próximo seja ainda melhor :)
      Que bom que gostou!

      Excluir
  3. Oi, Stephanie!

    Comecei a ler Glimmerglass há um tempo atrás e deixei de lado. O início é muito monótono, não me conquistou de jeito nenhum.

    Beijos,
    Gabe
    http://sixdoe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, o livro só melhora mesmo mais para o final, e só por isso vou dar uma chance para o próximo.

      Excluir
  4. Fiquei tentada a ler, gostei da resenha!
    te convido a passar no meu blog também http://makeupageek.wordpress.com/

    ResponderExcluir